MicroRNAs

envie a um amigo share this

New biomarkers of prognosis of renal cell carcinoma

Novos biomarcadores de prognóstico de carcinoma de células renais

A Investigadora do IPO Porto e aluna de Doutoramento da Universidade do Porto (ICBAS), Francisca Dias, a realizar o seu projecto no Grupo de Oncologia Molecular e Patologia Viral do Centro de Investigação do IPO-Porto viu o seu trabalho ser publicado e selecionado para a capa da revista Cancers do mês de junho.

microRNAs regulate TAL1 expression in T-cell acute lymphoblastic leukemia

T-cell acute lymphoblastic leukemia (T-ALL) is an aggressive hematological malignancy in which the transformed clone is arrested during T-cell development. Despite significant improvements in treatment outcome, survivors tend to face long term complications and develop serious secondary health problems. Therefore, the current challenge is to develop more efficient therapeutic strategies that target the leukemia cells in a more specific way, diminishing the toxic effects of the treatment.

A expressão de TAL1 em leucemia T é regulada por microRNAs

A Leucemia Linfoblástica Aguda de Células T (LLA-T) é um cancro hematológico agressivo que resulta da expansão clonal de células progenitoras de linfócitos T. Embora os regimes quimioterápicos actuais sejam bastante eficazes, geram frequentemente efeitos secundários consideráveis a médio e longo prazo e existe ainda um número significativo de doentes que recidivam. Por esta razões, urge desenvolver terapias com maior especificidade para as células leucémicas, reduzindo toxicidade e consequentes efeitos secundários.

Cancer Exosomes Perform Cell-Independent MicroRNA Biogenesis and Promote Tumorigenesis

Authors and Affiliations:

Sonia A. Melo1, 2, Hikaru Sugimoto1, 2, Joyce T. O’Connell2, Noritoshi Kato2, Alberto Villanueva3, August Vidal4, Le Qiu5, Edward Vitkin5, Lev T. Perelman5, Carlos A. Melo6, 7, Anthony Lucci8, Cristina Ivan9, George A. Calin10, Raghu Kalluri1, 2,

Exossomas das Células Cancerígenas Produzem microRNAs

Os exossomas sao nano-vesículas produzidas por todas as células do corpo humano. Estas vesículas contêm material genético (RNA e DNA) e molecular (proteínas e lípidos) representativo das células que lhes deram origem, e podem fundir-se com outras células, vizinhas ou em outros órgãos mais distantes, tendo um papel importante na formacao de metastases no cancro. Os exossomas depois de produzidos podem ser libertados na circulação sanguínea, tendo a possibilidade de chegar a órgãos distantes alterando as células desses órgãos.

MicroRNAs: a tool assisting the sub-classification of renal tumors


Rui M. Silva-Santos1,2, Pedro Costa-Pinheiro1,2*, Ana Luís1,3*, Luís Antunes4, Francisco Lobo5, Jorge Oliveira5, Rui Henrique1,3,6, Carmen Jerónimo1,2,6* 1.Cancer Epigenetics Group, Research Center of the Portuguese Oncology Institute, Porto, Portugal; Departments of 2.Genetics, 3.Pathology, 4.Epidemiology and 5.Urology - Portuguese Oncology Institute, Porto, Portugal; 6.Department of Pathology and Molecular Immunology, Institute of Biomedical Sciences Abel Salazar (ICBAS), University of Porto, Portugal

MicroRNAs: uma ferramenta auxiliar na sub-classificação de tumores renais

Os tumores de células renais (TCR) são clinicamente, morfologicamente e geneticamente heterogéneos. A correcta identificação dos carcinomas de células renais (CCR), bem como a sua discriminação do tecido normal e dos tumores benignos é de extraordinária relevância clínica. Actualmente, sabe-se que os microRNAs podem apresentar diferentes níveis de expressão entre tecidos tumorais e normais, podendo auxiliar no diagnóstico de neoplasias, incluindo os TCRs.