cancro do pulmão

envie a um amigo share this

Atividade antitumoral de novos derivados chalcónicos e pirazolínicos

Neste trabalho, realizado no âmbito de uma parceria entre investigadores do Departamento de Química da Universidade de Aveiro, da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e da Universidade Mentouri-Constantine (Algéria), foram sintetizados pela primeira vez 15 novos compostos, divididos entre derivados de estrutura chalcónica e 2-pirazolínica. Todas as moléculas foram avaliadas pela sua potencial atividade antitumoral recorrendo a células humanas de cancro de estômago e de pulmão.

Novo derivado da menadiona com efeitos anti-tumorais em modelo celular de cancro do pulmão

Um trabalho conjunto de equipas do CNC – Centro de Neurociências e Biologia Celular, Universidade de Coimbra, da FCUP-Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, do Instituto Politécnico do Porto, e da Universidade da Califórnia em Davis, E.U.A. mostrou que uma molécula derivada da vitamina K3 (MitoK3), modificada para acumulação específica numa estrutura celular chamada mitocôndria, foi capaz de tornar células de cancro do pulmão mais susceptíveis aos efeitos de agentes anticancerígenos.

Efeitos da radiação X em linhas celulares de cancro do pulmão - A interação entre stresse oxidativo e os níveis de P53

A radiação ionizante apresenta-se sob a forma de partículas (partículas alfa, partículas beta, protões ou neutrões) ou de radiação eletromagnética (raios gama e os raios-X) com poder ionizante e de penetração caraterísticos. A radioterapia é uma ferramenta essencial no tratamento do cancro. Podemos considerar várias formas de radioterapia como a telerradioterapia, a braquiterapia e a radioterapia metabólica. No tratamento do cancro com recurso à radiação ionizante, todas as células que se encontrem dentro do volume irradiado, são mais ou menos expostas.

Células mielóides imaturas e citocinas tolerogénicas em gânglios metastáticos de adenocarcinoma do pulmão

O cancro de pulmão de não-pequenas células (NSCLC) é uma das causas mais comuns de morte relacionada com o cancro em todo o mundo. Neste tipo de tumor, a imunoterapia tem apresentado uma eficácia inconsistente, devido ao nosso conhecimento limitado das várias interacções moleculares e celulares, desenvolvidas durante a proliferação das células malignas.

Bloqueio do transporte de lactato e fármacos antidiabéticos inibem o tumor

A maior parte dos tumores apresenta um aumento no consumo de glucose o que é desviada para produção de acido láctico. Consequentemente, o acido láctico formado é transportado para fora das células tumorais por um complexo de moléculas: transportadores de monocarboxilatos (MCTs) e a CD147. A resultante acidez no ambiente tumoral, assim como este complexo, estão envolvidos na progressão e agressividade tumoral.

Metástases cólicas de carcinoma de pequenas células do pulmão manifestadas como ventre agudo

O ventre agudo é uma emergência cirúrgica muito frequente nos serviços de urgência nacionais e internacionais, e tem as mais variadas causas. Uma correcta história clinica e o conhecimento das patologias que causam ventre agudo são essenciais para um diagnóstico correcto, permitindo um tratamento rápido e eficaz.

Review on squamous differentiation markers for diagnosis of lung cancer

The review highlights the putative role of a marker of squamous differentiation in lung cancer for differential diagnosis on small biopsies and cytology specimens.

 

Authors and e affiliations:

Nobre AR, Albergaria A, Schmitt F.

Source

Cancer Genetics Group, Institute of Molecular Pathology and Immunology of Porto University (IPATIMUP), Porto, Portugal

 

Abstract:

Revisão sobre marcadores epidermóides em diagnóstico de cancro do pulmão

Esta revisão chama a atenção para um marcador de diferenciação epidermóide em cancro de pulmão que pode ser utilizado em citologia e pequenas biópsias, e que é fundamental para o estabelecimento de uma terapêutica adequada.

 

Resumo:

«p40: A p63 Isoform Useful for Lung Cancer Diagnosis - A review of the Physiological and Pathological Role of p63»