Fernando Ferreira

envie a um amigo share this

Serum PD-1/PD-L1 Levels, Tumor Expression and PD-L1 Somatic Mutations in HER2-Positive and Triple Negative Normal-Like Feline Mammary Carcinoma Subtypes

Authors and Affiliations:

Catarina Nascimento1, Ana Catarina Urbano1, Andreia Gameiro1, João Ferreira2, Jorge Correiaand Fernando Ferreira1

Importância do eixo PD-1/PD-L1 em gatas com carcinomas mamários agressivos

Investigadores da Faculdade de Medicina Veterinária (FMV/CIISA/ULisboa) e da Faculdade de Medicina (FM/iMM/ULisboa) publicaram recentemente na prestigiada revista internacional “Cancers” (FI=6.126), os resultados de um dos seus mais recentes trabalhos sobre o papel do eixo PD-1/PD-L1 em gatas com carcinoma mamário. Para tal, quantificaram os níveis séricos do ligando PD-L1 e do seu recetor (PD-1) em animais saudáveis e doentes, analisaram a sua expressão nas células cancerosas e nos linfócitos infiltrantes tumorais, e identificaram a presença de mutações somáticas no gene do PD-L1.

Clinical relevance of the CTLA-4 protein in cats with mammary carcinoma

Cytotoxic T lymphocyte associated antigen 4 (CTLA-4) serves an important role in breast cancer progression, which has led to the development of novel immunotherapies aimed at blocking tumor immune evasion. Although feline mammary carcinoma is increasingly recognized as a valuable cancer model, no studies on CTLA-4 function had been conducted in this species. The serum CTLA-4, TNF-α and IL-6 levels of 57 female cats with mammary carcinoma were determined by ELISA, and immunohistochemistry was performed to evaluate CTLA-4 and FoxP3 expression in tumor cells and interstitial lymphocytes.

Relevância clínica da proteína CTLA-4 no carcinoma mamário felino

Investigadores da Faculdade de Medicina Veterinária (FMV/ULisboa) e do Centro de Investigação Interdisciplinar em Sanidade Animal (CIISA)  avaliaram a importância clínica da medição dos níveis séricos da proteína CTLA-4 em gatas com carcinoma mamário, com vista a validar a CTLA-4 com alvo em futuros tratamentos moleculares, à semelhança do que já acontece em vários tipos de cancro nos humanos, onde a inibição desta proteína resulta num aumento da capacidade do sistema imunitário para destruir células tumorais.

SDF-1: a new diagnostic serum marker of feline mammary carcinomas

Feline mammary carcinoma (FMC) represents a good translational model for human breast cancer, based on similar clinical and pathological features. On the other hand, the chemokine SDF-1 and its receptor CXCR4 have been linked to invasion, metastasis and poor prognosis in human breast cancer. The CIISA team, coordinated by Prof. Fernando Ferreira (CIISA, Faculty of Veterinary Medicine, University of Lisbon) reported for the first time, a high prevalence of serum SDF-1 levels in cats with FMC, when compared to healthy ones.

SDF-1: um novo marcador sérico de diagnóstico em carcinomas mamários felinos

SDF-1: um novo marcador sérico de diagnóstico em carcinomas mamários felinos que sobreexpressam HER2. O carcinoma mamário felino (CMF) constitui na medicina translacional, um importante modelo biológico para o estudo do cancro da mama na mulher, devido à semelhança das características clínicas e patológicas. Por outro lado, a quimiocina SDF-1 e o seu principal receptor CXCR4, têm sido associados a invasão, metástase e ao prognóstico desfavorável em cancro da mama, na mulher. A equipa do CIISA, liderada pelo Prof.

The proto-oncogene HER2 is frequently overexpressed in cat's breast tumors

A study group of Prof. Fernando Ferreira (photo, along with the first author, Maria João Soares), from the Center for Interdisciplinary Research in Animal Health (Faculty of Veterinary Medicine, Technical University of Lisbon), identified the overexpression of the HER2 proto-oncogene in a significant number of mammary carcinomas in cat. This work goes to show the importance of these tumors in comparative oncology studies and was published in The Journal of Microscopy and Microanalysis (American Association of Microscopy).
 

O proto-oncogene HER2 é frequentemente sobrexpresso nos tumores mamários de gata

Um estudo do grupo do Prof. Fernando Ferreira (foto ao lado, junto com a primeira autora, Maria João Soares), do Centro de Investigação Interdisciplinar em Sanidade Animal (Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Técnica de Lisboa), identificou a sobrexpressão do proto-oncogene HER2 num número significativo de carcinomas mamários na Gata. Este trabalho vem mostrar a importância destes tumores em estudos de oncologia comparada e foi publicado no The Journal of Microscopy and Microanalysis (da Associação Americana de Microscopia).