Luis Costa

send to a friend share this

Expression of receptor activator of NFkB (RANK) drives stemness and resistance to therapy in ER+HER2- breast cancer

Authors and Afilliations:

Inês Gomes1, Bernardo P. de Almeida2,4, Sara Dâmaso3, André Mansinho1,3, Inês Correia1, Sara Henriques1, Raquel Cruz-Duarte1, Guilherme Vilhais1, Pedro Félix1, Patrícia Alves1, Patrícia Corredeira1, Nuno L. Barbosa-Morais2, Luis Costa1,3 and Sandra Casimiro1

Primeiras evidências da importância da via RANKL-RANK em cancro da mama hormodependente

Ao longo dos últimos anos, esta equipa do IMM tem estudado a via RANKL-RANK, principal mecanismo regulador da remodelação óssea, e muito importante na terapêutica de doentes com metástases ósseas. Esta via de sinalização celular foi, mais recentemente, implicada na carcinogénese mamária controlada pela progesterona, estando sobretudo associada a mau prognóstico e cancro da mama triplo negativo.

ASPIC lança projecto nacional para estudar a mutação BRCA2-P

A Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) vai realizar uma reunião em Coimbra, no dia 13 de Outubro de 2016 com o objectivo de lançar um projecto de cariz nacional que o grupo promotor entendeu designar «Estudo BRCA2-P: Caracterização nacional da mutação fundadora Portuguesa do gene BRCA2».

 

ASPIC lança projecto nacional para estudar a mutação BRCA2-P

A Associação Portuguesa de Investigação em Cancro (ASPIC) vai realizar uma reunião em Coimbra, no dia 13 de Outubro de 2016 com o objectivo de lançar um projecto de cariz nacional que o grupo promotor entendeu designar «Estudo BRCA2-P: Caracterização nacional da mutação fundadora Portuguesa do gene BRCA2».