Hodgkin lymphoma

envie a um amigo share this

Just another obesity paradox in Hodgkin lymphoma?

Authors and Affiliations:

Andreia Matos a, Joana Marinho-Dias b, Sofia Ramalheira c, Mário Mariz c, Maria J. Oliveira d, Manuel Bicho a, Ricardo Ribeiro a,b

a Genetics Laboratory and Environmental Health Institute, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, Av. Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa, Portugal;

Apenas um outro paradoxo da obesidade no Linfoma Hodgkin?

Uma meta-análise contemporânea e estudos prospectivos confirmaram a associação positiva do índice de massa corporal com Linfoma Hodgkin (LH). No entanto, apesar de um aumento da evidência, o papel de adiposidade no microambiente do LH permanece por esclarecer. Sabemos que o excesso de adiposidade influencia o comportamento do tumor através de alguns mecanismos: 1) adipocinas, 2) migração de células estaminais derivadas de tecido adiposo, 3) regulação do metabolismo, e por 4) modulação da resposta imune 1.