Bruno Costa Silva

envie a um amigo share this

Transcriptome Reprogramming of CD11b+ Bone Marrow Cells by Pancreatic Cancer Extracellular Vesicles


Joana Maia1,2, Andreia Hanada Otake1,3, Juliana Poças4,5,6, Ana Sofia Carvalho7, Hans Christian Beck8, Ana Magalhães4,5, Rune Matthiesen7, Maria Carolina Strano Moraes1 and Bruno Costa-Silva1

1-Champalimaud Centre for the Unknown, Champalimaud Foundation, Lisbon, Portugal

2-Graduate Program in Areas of Basic and Applied Biology, University of Porto, Porto, Portugal

Transcriptome Reprogramming of CD11b+ Bone Marrow Cells by Pancreatic Cancer Extracellular Vesicles

O cancro de pâncreas é a quarta principal causa de mortes relacionadas ao cancro no mundo, apresentando uma taxa de sobrevida de 5 anos de cerca de 6% e uma taxa de sobrevida média de cerca de 6 meses. Entre os cancros pancreáticos, o adenocarcinoma ductal pancreático (CP) é o tipo mais comum e é responsável por mais de 90% dos casos. Uma combinação de fatores leva ao mau prognóstico do CP, incluindo dificuldades na deteção da doença em estágio inicial, seu alto potencial metastático e sua resistência às terapias convencionais.