Bárbara Peleteiro

envie a um amigo share this

Alcohol consumption and gastric cancer risk—A pooled analysis within the StoP project consortium

Consumo elevado de álcool aumenta o risco de cancro do estômago

Consumir mais de quatro bebidas alcoólicas por dia aumenta a probabilidade de desenvolver cancro do estômago, avança um estudo internacional, no qual participaram investigadores da Unidade de Investigação em Epidemiologia (EPIUnit) do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

Mortalidade por cancro do estômago e prevalência de infeção por Helicobacter pylori em Portugal

A elevada prevalência por infecção de Helicobacter pylori observada de forma consistente em diferentes grupos etários e em estudos conduzidos em diferentes períodos mostra o elevado potencial para a diminuição da carga de doença associada ao cancro do estômago em Portugal, pelo que o decréscimo das taxas de mortalidade por este tipo de cancro deverá manter-se nas próximas décadas no nosso país.

 

Autores e Afiliações:

Gastric cancer mortality and prevalence of Helicobacter pylori infection in Portugal

The consistently high prevalence of Helicobacter pylori infection observed across age groups and studies carried out in different periods shows a large potential for decrease in the burden of gastric cancer in Portugal, and the downward trends in mortality rates may be expected to remain in the next decades.

 

 

Authors and affiliations:

Samantha Morais1, Ana Ferro1, Ana Bastos1, Clara Castro1,2, Nuno Lunet1,3, Bárbara Peleteiro1,3

Worldwide Burden of Gastric Cancer Attributable to Tobacco


Bárbara Peleteiro1,2, Clara Castro1,3, Samantha Morais1, Ana Ferro1, Nuno Lunet1,2 1 EPIUnit – Institute of Public Health, University of Porto, Porto, Portugal 2 Department of Clinical Epidemiology, Predictive Medicine and Public Health, University of Porto Medical School, Porto, Portugal 3 North Region Cancer Registry (RORENO) – Portuguese Oncology Institute, Porto, Portugal

Worldwide Burden of Gastric Cancer Attributable to Tobacco

Este estudo teve como objectivo estimar, para um grande número de países, a proporção e o número absoluto de casos de cancro do estômago em 2012 que podem ser atribuídos ao tabaco e as respectivas previsões para 2020. Para tal, calculámos as frações atribuíveis populacionais (PAF), isto é, a redução proporcional em termos de incidência de cancro do estômago que resultaria do cenário de menor risco populacional, ou seja, se toda a população fosse composta por indivíduos que nunca fumaram.

Model-based patterns in stomach cancer mortality worldwide

Three patterns for the variation in stomach cancer mortality worldwide were identified, allowing the creation of a model with three different stages that develop sequentially through a period of approximately 70 years, which may serve as a basis for predictions of the future trend.

 

Authors and Affiliations:

Bárbara Peleteiroa,b, Milton Severoa,b, Carlo La Vecchiac,d, Nuno Luneta,b

Padrões de variação na mortalidade por cancro do estômago a nível mundial

Foram identificados três padrões de variação na mortalidade por cancro do estômago a nível mundial, permitindo a criação de um modelo que mostra a sequência de três fases correspondente a um período de aproximadamente 70 anos, o qual pode servir de base para projeções da tendência no futuro.

 

Autores e Afiliações:

Bárbara Peleteiroa,b, Milton Severoa,b, Carlo La Vecchiac,d, Nuno Luneta,b