cancro hereditário do tipo difuso

envie a um amigo share this

Investigadores desenvolvem novo método de diagnóstico do cancro do estômago

Investigadores portugueses desenvolveram um novo método para identificar se uma proteína é causadora de cancro do estomago através da análise de imagens de fluorescência da molécula E-caderina numa população de células. Esta ferramenta é capaz de quantificar e mapear a expressão desta proteína e, assim, ajudar a identificar quais os indivíduos com risco aumentado para desenvolver a doença.